Províncias

Comboio de carga chegou ao Dondo

Pereira Dinis

O primeiro comboio experimental de carga dos Caninhos de Ferro de Luanda chegou ontem ao Dondo, numa viagem a partir do Quilómetro 30 (Baia). Saiu às cinco e meia da manhã, fez paragens nas estações de Catete e Zenza do Itombe e “apitou” na estação do Dondo, quatro horas depois. Os comboios deixaram de circular em  2001.       

Comboio começa a mostrar o potencial que tem na circulação de pessoas e bens por todo o território nacional
Fotografia: Jornal de Angola

O primeiro comboio experimental de carga dos Caminhos de Ferro de Angola chegou ontem ao Dondo, numa viagem a partir do Quilómetro 30 (Baia). Saiu às cinco e meio da manhã, fez paragens nas estações de Catete e Zenza do Itombe e “apitou” na estação do Dondo quatro horas depois.
Os comboios deixaram de circular em 10 de Agosto de 2001, quando forças da UNITA atacaram uma composição dos Caminhos-de-Ferro de Angola no Zenza do Itombe, provocando dezenas de mortes.
O soba do Dondo, Manuel António Quissola, fez a bênção tradicional do comboio na estação ferroviária da velha cidade das margens do Kwanza. Disse à nossa reportagem que a paralisação dos comboios de carga e passageiros provocou um “grande atraso ao desenvolvimento do Dondo e trouxe muito sofrimento ao nosso povo”. O soba grande lembrou ainda os graves prejuízos sofridos também pelas províncias do Kwanza-Norte e de Malange.
Com o reatamento das viagens de comboio entre Luanda e o Dondo, “o escoamento dos produtos do campo e os abastecimentos ao comércio local vão ser facilitados e em breve vamos atingir os níveis de desenvolvimento do passado”, disse o soba Manuel António Quissola. O primeiro comboio experimental de passageiros entre Luanda e o Dondo começou a circular no início de Julho e está prevista para breve a chegada a Malange.
O empreiteiro chinês que fez as obras de reabilitação da linha-férrea disse à nossa reportagem que no trajecto entre Luanda e o Dondo foram substituídas todas as travessas e carris, reforçado o solo do canal e reconstruídas pontes e pontões. O novo caminho-de-ferro está em condições técnicas para a circulação permanente de comboios.
A inauguração do comboio entre Luanda e Malange vai acontecer em breve e até lá circulam apenas comboios experimentais para afinar aspectos que ainda precisem de cuidados técnicos.

Tempo

Multimédia