Províncias

Construtoras em Tribunal em caso de incumprimento

Manuel Fontoura | Ndalatando

O Governo Provincial do Kwanza-Norte vai levar a tribunal as empresas construtoras que até Dezembro não honrarem o compromisso da construção de casas sociais, revelou aos jornalistas o governador.

Governador considera que o processo de construção de casas sociais está muito lento
Fotografia: Jornal de Angola |

Henrique Júnior disse que se empresas construtoras não cumprirem até Dezembro os prazos contratuais o assunto é levado “às instâncias judiciárias” e que dos nove municípios Bolongongo e Cambambe são os que mais preocupam. O governador afirmou que o andamento das obras está muito aquém dos pagamentos já feitos, cerca de 56 por cento do total.
O encarregado de obras referiu que os atrasos se devem “a situações técnicas”, mas que 52 casas, nas quais estão a ser colocados mosaicos, azulejos e tectos falso, estão praticamente concluídas.
Metade das 200 casas que está previsto construir nos municípios do Golungo Alto, Lucala e Ambaca está pronta.

Tempo

Multimédia