Províncias

Consumidores aconselhados a actualizarem os contratos

André Brandão | Ndalatando

A Empresa Nacional de Energia (ENE) na província Kwanza-Norte tem, na cidade de Ndalatando, 15.728 consumidores, dos quais apenas 4.738 possuem contratos actualizados, disse ontem ao Jornal de Angola o subdirector para a distribuição e comercialização da empresa, Mazadi Paulo.

A cidade de Ndalatando está a ser abastecida de energia eléctrica a 100 por cento, mas o número de clientes ligados à rede é muito baixo. “Existe ainda um elevado número de consumidores sem contrato com a Empresa Nacional de Energia”, referiu Mazadi Paulo.
A cidade de Ndalatando e uma parte da vida de Lucala, a cerca de 37 quilómetros, da sede da bcapital da província dispõem de uma potência instalada de 25 megawats, dos quais apenas 17 por cento estão a ser consumidos.
A Eempresa Nacional Energia vai levar a cabo várias campanhas de sensibilização para incentivar a população a actualizar os contratos e o consequente pagamento das suas contas.
Os bairros Popular, Tala-Hadi, Posse, Vieta e São Filipe registam algumas restrições no fornecimento de energia.
O responsável da Eempresa Nacional Energia (ENE) indicou que as equipas da empresa e topógrafos do Governo Provincial já fizeram o levantamento das áreas por onde vai passar uma nova linha de alimentação para atender às reclamações dos clientes. “Estamos convencido que este problemas serão resolvidos, por isso, apelamos muito paciência por parte dos consumidores”, disse.

Tempo

Multimédia