Províncias

Crianças da primária têm merenda escolar

Marcelo Manuel| Ndalatando

O director provincial do Kwanza-Norte da Educação, Velinho de Barros, disse , em Ndalatando, que 23 mil alunos do ensino primário das escolas dos municípios de Cambambe, Cazengo, Golungo-Alto e Lucala estão a beneficiar do programa merenda escolar. De acordo com o responsável, o programa vigora no Kwanza-Norte há três anos. Nas duas primeiras temporadas foram beneficiados cerca de 13 mil alunos.

O director provincial do Kwanza-Norte da Educação, Velinho de Barros, disse , em Ndalatando, que 23 mil alunos do ensino primário das escolas dos municípios de Cambambe, Cazengo, Golungo-Alto e Lucala estão a beneficiar do programa merenda escolar. De acordo com o responsável, o programa vigora no Kwanza-Norte há três anos. Nas duas primeiras temporadas foram beneficiados cerca de 13 mil alunos.
“Quando o aluno tem alimento na escola, tem mais possibilidades de permanecer na sala e prestar atenção ao professor”, disse Velinho de Barros.
Frisou que o processo vai ser realizado de forma gradual em todas as escolas do primeiro ciclo da província. No próximo ano vão incluir-se mais dois municípios, para que em 2015 se possa concluir o projecto. A mercadoria é fornecida por duas empresas de lacticínios.
O presidente do Conselho de Administração da empresa responsável pelo fornecimento da merenda escolar nos municípios do Golungo-Alto e Lucala, José Maria de Sá, disse ao Jornal de Angola que a nível das duas localidades fornecem oito mil lanches por dia.
Garantiu não haver problemas em relação ao meio rural, onde o abastecimento é feito por veículos com tracção às quatro rodas.
Em relação aos termos contratuais, sublinhou que o orçamento está avaliado em mais de um milhão de dólares, renováveis no final de cada ano lectivo, em função do desempenho da empresa.

Tempo

Multimédia