Províncias

Cuanza Norte aumenta investimentos

Silvino Fortunato| Ndalatando

O Governo Provincial vai aplicar cerca de 333 milhões de kwanzas na construção e reabilitação de troços rodoviários que dão acesso às principais áreas de produção agrícola do município de Cambambe.

Reabilitação de estradas no Cuanza Norte vai permitir segurança na circulação rodoviária e evitar a deterioração de grandes quantidades de alimentos nos campos agrícolas
Fotografia: Dombele Bernardo

A reabilitação refere-se às vias terciárias Quilómetro 13/Massangano, Quilómetro 14/ lagoa de Ngolome e Cassoalala/Nova Oeiras, todas localizadas na comuna de Massangano.
O objectivo é permitir o escoamento da produção agrícola do campo para as regiões de comercialização e incentivar o aumento da produtividade dos agricultores.
Outra intenção é evitar a deterioração de grandes quantidades de alimentos nos campos agrícolas por dificuldades de escoamento, devido à inacessibilidade das estradas.
O programa de investimentos para o período 2014/2017, do Gabinete de Estudos e Planeamento do Governo Provincial, assinala que a maioria das vias terciárias que dão acesso aos principais campos agrícolas do município de Cambambe encontra-se esburacada, dificultando o trânsito automóvel.
O agricultor Moisés Francisco saudou a iniciativa do Governo Provincial em reabilitar as vias de acesso para os campos agrícolas, porque enfrenta muitas dificuldades no escoamento dos produtos.
“Às vezes nenhuma viatura consegue atingir as áreas das plantações, obrigando o transporte dos produtos à cabeça”, disse.
As fazendas situadas nestas localidades fornecem produtos ao mercado de Cassoalala, no âmbito do Programa de Aquisição de Produtos Agropecuários (PAPAGRO), assim como de outras praças situadas na cidade do Dondo e ao longo da estrada nacional 230/A.
Muitas revendedoras do mercado do quilómetro 30, em Viana, adquirem também as suas mercadorias na região de Massangano.
O programa do Governo Provincial prevê igualmente a reabilitação das vias Aldeia Nova/Kapungu, Cazanga/Bondo, Quilómetro 34/Lola, Quilómetro 34/Kingigie e Cassoalala/lagoa de Ngolome, num valor total de cerca 355 milhões de kwanzas.
A reabilitação e modernização do mercado da cidade de Ndalatando, com custos avaliados em cerca de 295 milhões de kwanzas, assim como a estrada secundária de acesso à sede comunal de Cavunga, município de Ngonguembo, estão também previstas.

Tempo

Multimédia