Províncias

Cursos agrários atraem alunos do secundário

Mais de 430 alunos da 10ª à 12ª classe estão a frequentar cursos médios nas áreas de recursos florestais, produção animal e vegetal no Instituto Médio Agrário do Kwanza-Norte (IMA), disse o director da instituição.


Luís Manuel Barradas referiu que a instituição tinha disponíveis, para este ano lectivo, 360 vagas para novos alunos da 7ª à 12ª classe, das quais 216 estavam reservadas para os alunos da 10ª à 12ª classe.
O estabelecimento de ensino, que ministra aulas do primeiro e segundo ciclo, tem matriculados este ano lectivo um total de 574 alunos da 7ª à 12ª classe, nos diferentes cursos oferecidos pela instituição.
O director do instituto, que falou à Angop no encerramento das II Jornadas Técnico-Científicas da instituição, realizadas entre 8 e 12 deste mês, sob o lema “Modelar a Formação”, destacou a importância do estudo das ciências agrárias na garantia da auto-suficiência alimentar do país.
A falta de transporte para o apoio dos alunos constitui, entre outras, uma das grandes dificuldades vividas pela instituição, localizada a cerca de 13 quilómetros da cidade de Ndalatando. Para ultrapassar este problema, a direcção do IMA encetou contactos com algumas transportadoras que operam na região no sentido de alargarem as suas rotas até à referida escola. O IMA do Kwanza-Norte conta com uma infra-estrutura constituída por 17 salas de aulas, um anfiteatro, oficinas de mecanização agrícola e recintos desportivos.

Tempo

Multimédia