Províncias

Elefantes destroem campos agrícolas no Kwanza-Norte

André Brandão | Ndalatando

O Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas está a estudar novas estratégias que visam evitar devastações nos campos agrícolas, por parte de elefantes, na província do Kwanza-Norte.

Elefantes têm feito muitos estragos
Fotografia: Jornal de Angola

O Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas está a estudar novas estratégias que visam evitar devastações nos campos agrícolas, por parte de elefantes, na província do Kwanza-Norte. De acordo com o ministro do pelouro, Afonso Pedro Canga, têm de ser adoptadas novas estratégias e a escolha de áreas de cultivo mais seguras é uma delas.
Segundo o dirigente, “estão em curso estudos para identificar se as lavras e povoações frequentadas por elefantes estão ou não em corredores de passagem dos animais”. No Kwanza-Norte, os elefantes fazem mais estragos nos municípios do Golungo-Alto, Banga, Ngonguembo e Cambambe.
Pedro Canga aconselhou a população afectada a não sacrificar os animais porque, segundo ele, “anteriormente estas áreas eram o seu habitat e estão de regresso devido à tranquilidade que se regista nestas regiões”.
Realçou que a travessia de elefantes em áreas habitadas e de cultivo é um problema que exige solução urgente, já que mais de 300 lavras foram devastadas.

Tempo

Multimédia