Províncias

Enaltecidas boas práticas de poupança

André Brandão | Ndalatando

Estudantes do segundo e terceiro ano da Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte (Kimpa Vita), e da Escola Técnica de Saúde Arminda Faria, participaram, na quarta-feira, na cidade de Ndalatando, num colóquio sobre “As boas práticas de poupança” no âmbito da promoção de literacia financeira, informou o porta-voz do colóquio.

Manuel Augusto disse que o objectivo do seminário foi “o fortalecimento dos estudantes, em particular os bolseiros para a cultura das boas práticas de poupança, na redução dos gastos, como podem usa-los de forma racional aquilo que o Estado coloca a sua disposição para dar suporte aos seus estudos”.
“Temos acompanhado situações em que muitos estudantes, que por falta cultura de poupança, esbajam o dinheiro sem, no entanto, pensar no dia seguinte”, disse o responsável.
Carlos Cabaça, da direcção regional norte do Banco de Poupança e Crédito, disse que o principal objectivo do colóquio foi passar a mensagem aos estudantes de que é possível fazer poupança mesmo nesta fase difícil. “Para fazer poupança não há valores estipulados, mas mediante os nossos rendimentos guardando dinheiro a partir de qualquer valor monetário desde que se tenha uma conta poupança.”

Tempo

Multimédia