Províncias

Escolas do município do Cazengo sem condições

Manuel Fontoura | Ndalatando

Novas salas de aula vão ser construídas no município do Cazengo, no Cuanza Norte, nos próximos tempos e outras infra-estruturas escolares já existentes, que se encontram em mau estado de conservação, beneficiarão de obras e de reposição de quadros e carteiras, anunciou na quarta-feira, em Ndalatando, o porta-voz do governo da província.

Governador insatisfeito com condições encontradas nalgumas escolas de Ndalatando
Fotografia: Nilo Mateus | Ndalatando

Miguel Gaspar Manuel, que falava no final de uma visita de campo efectuada pelo governador provincial, José Maria Ferraz dos Santos, aos diferentes departamentos e escolas de Ndalatando, garantiu continuar a prestar uma particular atenção ao sector da Educação, investir na construção de novas infra-estruturas e melhorar as condições de trabalho dos funcionários e de acomodação dos próprios estudantes.
Com a visita de campo, segundo o porta-voz, o governador provincial pretendeu compreender o funcionamento e o tipo de organização a nível do sector da Educação, por forma a construir um memorando sobre a área para que, a seu tempo, se possa dar respostas mais direccionadas.
Reconheceu que, apesar da crise económica e financeira e dos escassos recursos disponíveis para a província, ainda assim, as autoridades pretendem fazer mais e melhor para o sector da Educação e da população em geral.
O porta-voz do governo disse não ter encontrado boas condições em algumas escolas visitadas, mas referiu que foi possível notar uma boa disposição por parte dos técnicos e dos professores. “Ficou demonstrado que há entusiasmo e vontade de trabalhar e, portanto, dentro deste capítulo, estamos todos satisfeitos”, disse.
Na visita efectuada, o governador mostrou-se preocupado com as condições precárias encontradas na escola primária número 47, tendo, por isso, deixado orientações precisas no sentido de construir-se um novo edifício para melhor acomodar as crianças que ali estudam.
José Maria dos Santos deixou, igualmente, garantias de se melhorar, nos próximos tempos, as condições de acomodação e o aumento do número de salas de aula no Complexo Comandante Benedito e na escola 18-A, da Camundai.
No Instituto Médio Agrário de Camuaxi, a situação não difere muito à da escola primária número 47. Na instituição, constatou-se sérios problemas do ponto de vista de acomodação, sendo que o internato se encontra em péssimas condições e ficou a garantia de o governo da província mobilizar meios financeiros para intervenção, a partir do Ministério da Educação.
Na sua jornada de campo, José Maria Ferraz dos Santos, visitou a Direcção Provincial da Educação, o departamento do Ensino de Adultos, o Instituto Médio Agrário de Camuaxi, a escola do Ensino Especial, os complexos Comandante Benedito e Samora Moisés Machel.
Também foram radiografadas a escola primária número 47 e a do primeiro ciclo do bairro Catome de Baixo, além do Instituto Médio de Saúde e a escola 18-A da Camundai.

Tempo

Multimédia