Províncias

Gestão de stock de fármacos debatida por técnicos locais

Técnicos de saúde ligados à gestão de stocks de medicamentos a nível das várias unidades sanitárias na província do Kwanza-Norte são dotados de conhecimentos em matéria de gestão de medicamentos, promovido pela Direcção Provincial da Saúde.

Técnicos de saúde ligados à gestão de stocks de medicamentos a nível das várias unidades sanitárias na província do Kwanza-Norte são dotados de conhecimentos em matéria de gestão de medicamentos, promovido pela Direcção Provincial da Saúde.
A acção formativa destinada à elevação dos conhecimentos dos participantes em matéria de gestão de medicamentos tem a duração de três dias e abarca matérias relacionadas com a análise da realidade dos armazéns e stocks de medicamentos na região e os métodos adequados para o armazenamento dos fármacos, visando a conservação das suas propriedades químicas.
O supervisor provincial do sector de medicamentos essenciais, Raul Manuel Pedro, referiu que a formação visa elevar os conhecimentos dos gestores dos stocks de medicamentos da região, de modo a estarem melhor preparados em relação ao controlo e arrumação dos fármacos para uma conservação cuidada.
Raul Pedro informou que durante a formação os gestores vão aprender a elaborar os novos modelos de guia de remessa, ficha de reservas, realização de balanços semanais, elaboração de relatórios, moldes de preenchimento dos livros de registo, entre outras matérias, visando o melhor controlo da saída dos medicamentos e promover uma melhor planificação e distribuição dos fármacos de maneira a corresponder ao atendimento dos pacientes que diariamente acorrem às unidades sanitárias da província.
Na acção formativa participam gestores de stocks de medicamentos oriundos dos dez municípios da província.
Raul Pedro disse que, a par das acções formativas, o sector da saúde na província encontra-se igualmente apostado em trabalhar com as administrações locais visando a construção de armazéns para melhor conservação dos medicamentos colocados à disposição dos hospitais e centros de saúde municipais.

Tempo

Multimédia