Províncias

Governador tenta pôr fim aos suicídios com o apoio da igreja

O governador da província do Cuanza-Norte, Adriano Mendes de Carvalho, recorreu ao apoio da Igreja Católica para a contenção da vaga de suicídios, principalmente envolvendo adolescentes.

Fotografia: Angop

A inquietação das autoridades decorre do facto de a província registar 20 suicídios em 2019 e quatro desde o princípio deste ano, tendo o mais recente ocorrido no último final de semana, no município de Cambambe, envolvendo um adolescente de 12 anos de idade.
Para pedir o apoio à igreja, o governador da província manteve um encontro com o bispo da diocese de Ndalatando, Dom Almeida Kanda, com quem analisou o problema e solicitou o contributo para a moralização da sociedade, amenização dos espíritos e promoção da harmonia nas famílias, de modo a persuadir os cidadãos a evitar pôr fim à vida devido aos problemas que enfrentam. Adriano Mendes de Carvalho informou que as autoridades procuram />o apoio das igrejas e especialistas em Psicologia, Sociologia, Antropologia, entre outros, para se encontrar respostas e adopção de soluções para a contenção do fenómeno.
Já o bispo Dom Almeida Kanda respondeu positivamente ao apelo do Governo e garantiu mobilizar o clero local para um trabalho profundo junto das comunidades, visando a promoção da moral, preservação da vida e reforço do amor ao próximo.
O prelado disse ter sido um diálogo frutífero, que serviu ainda para abordar a situação social da província, sobretudo no que concerne a melhoria das vias de acesso aos municípios do interior, construção de novas unidades de saúde e aumento de salas de aula.

Tempo

Multimédia