Províncias

Governador pede mais responsabilidade

Mamuel Fontoura | Ndalatando

O governador do Kwanza-Norte, Henrique Júnior, pediu na terça-feira, em Ndalatando, maior responsabilidade aos titulares de cargos públicos na materialização dos programas sociais, no âmbito das acções de combate à pobreza.

Governador Henrique Júnior empossou novos responsáveis as quais pediu maior rigor
Fotografia: Nilo Mateus | Ndalatando

O responsável, que falava durante a tomada de posse de novos membros do Governo Provincial, salientou que as autoridades querem que os principais problemas que afligem as populações sejam resolvidos nos próximos tempos.
Os membros do Governo devem mostrar capacidade para que os programas possam ser materializados em colaboração com as populações, acerescentou.
Henrique Júnior empossou o novo director provincial da Juventude e Desportos, Manuel Martins, o chefe de departamento do Protocolo e Relações Públicas do Governo, Sebastião Cristóvão, e o administrador adjunto do município de Bolongongo, Luís Coxe.
A cerimónia de tomada de posse aconteceu momentos antes da primeira sessão ordinária do Governo provincial.
O encontro balanceou os programas municipais integrados de desenvolvimento rural e combate à pobreza, bem como visou a apresentação do Plano de Acção dos Programas Municipais Integrados para 2013 e o Prémio Provincial de Jornalismo.O governador afirmou que os programas têm atingido novos rumos a cada ano, fruto do impacto positivo e decisivo na vida das populações, pelo que é necessário que se afinem as metodologias de trabalho, para que as verbas disponibilizadas sejam direccionadas no seu todo para o combate à pobreza.
Aos administradores, Henrique Júnior avançou que o Governo Provincial do Kwanza-Norte vai realizar doravante encontros para debater os problemas que se verifiquem na execução dos programas, de modo a traçar caminhos para a sua solução. O governador explicou que os programas têm atingido novos rumos, anualmente, fruto do impacto positivo e decisivo na vida das populações, pelo que se precisa que se afinem as metodologia de trabalho, para que as verbas disponibilizados  sejam  direccionados no Programa de Combate à Pobreza.
Na sessão de terça-feira, foi ainda abordada a questão dos desmaios nas escolas de Ndalatando, a arrecadação de receitas durante o ano fiscal de 2012.

Tempo

Multimédia