Províncias

Governo entrega bens às vítimas do Lobito

Manuel Fontoura | Ndalatando e João Salvo | Saurimo

O Governo da Província do Cuanza Norte entregou bens de primeira necessidade  para as vítimas das chuvas do município do Lobito, Província de Benguela, na portaria da Televisão Pública de Angola-TPA, em Ndalatando, no âmbito da campanha solidária que a estação televisiva pública leva a efeito desde a semana passada em todo o território nacional.

O secretário do Governo Provincial do Cuanza Norte, Manuel da Silva Jacinto, que representou na cerimónia o governador provincial Henrique André Júnior, considerou que todos são poucos para ajudar as famílias afectadas do Lobito e Catumbela, dai a participação das autoridades locais para minimizar os efeitos das chuvas.
A JMPLA está igualmente a desenvolver uma corrente de solidariedade junto das instituições de ensino médio e universitário, no sentido de angariar donativos que, em seguida, vão ser canalizados para as vítimas do município do Lobito.
Os interessados em aderir à campanha da JMPLA podem entregar os donativos no secretariado provincial da JMPLA, comité municipal do MPLA do Cazengo e nas igrejas.

Lundas apoiam vítimas

Os governos provinciais da Lunda Sul e da Lunda Norte procederam à entrega de um donativo composto por cerca de 80 toneladas de produtos diversos, para as vítimas das chuvas de Benguela.
A entrega dos donativos decorreu no Aeroporto Internacional de Catumbela, numa cerimónia testemunhada pelo governador provincial de Benguela, Isaac dos Anjos, e dos seus homólogos da Lunda Sul, Cândida Narciso, e da Lunda Norte, Ernesto Muangala.
Durante a entrega do donativo, a governadora provincial da Lunda Sul, Cândida Narciso, considerou que o gesto representa uma demonstração de que “os valores morais e éticos deixados pelos nossos antepassados ainda continuam bem firmes, para acudir a população em todos os momentos em que surgirem calamidades naturais”.
Acrescentou que a intenção da deslocação governamental a Benguela foi  levar carinho, alento e  solidariedade às famílias que perderam os seus entes queridos na tragédia.
O governador provincial da Lunda Norte, Ernesto Muangala, disse que a província que dirige contribuiu com mais de 20 toneladas de produtos diversos para  apoiar as famílias afectadas.
Encorajou a população a ser determinada e a ajudar o Governo de Benguela a solucionar os problemas deixados pelas enxurradas.
Outra entidade que também contribuiu para minimizar as carências da população afectada pelas chuvas de Lobito foi a Empresa Nacional de Diamantes (ENDIAMA), que disponibilizou um valor de 180 milhões de kwanzas e três camiões com meios de construção e roupa.
A Empresa Nacional de Diamantes mobilizou ainda meios e técnicos da sua clínica Sagrada Esperança para ajudar o Governo Provincial de Benguela.

Tempo

Multimédia