Províncias

Hospital Regional pronto em Julho

O Hospital Regional de Ambaca, com capacidade para 70 camas, está pronto em Julho. A unidade hospitalar vai garantir assistência médica às populações não apenas do Kwanza-Norte, mas também  do Uíge.

O ministro da Saúde manifestou-se, ontem, no Ambaca, satisfeito com o nível de execução das obras do futuro hospital regional em curso no município, que vai garantir assistência médica às populações não apenas do Kwanza-Norte, como do Uíge.
José Van-Dúnem disse, à Angop, ter recebido garantias do empreiteiro que as obras do hospital, com capacidade para 70 camas, terminam em Julho.
O hospital, afirmou, vai ter todas condições para oferecer serviços médicos complexos e de várias especialidades, como oftalmologia, cardiologia, imagiologia, obstetrícia, cirurgia e cuidados médicos intensivos. Face à complexidade dos equipamentos e dos serviços de que o estabelecimento vai dispor, salientou, vai ser necessário a adopção de políticas para o recrutamento de recursos humanos.
José Vand-Dúnem lembrou que, a par do hospital, estão a ser construídas 16 casas para médicos e responsáveis do estabelecimento.
O ministro disse também ser necessário que o governo provincial e a administração criem condições para a construção de casas, de forma a atrair mais quadros da saúde para a região.
O Hospital Regional de Ambaca, em construção desde 2008, vai ter morgue, com capacidade para conservar seis corpos, e serviço de autópsias.
O estabelecimento, cuja construção está orçada em 15 milhões de dólares, vai garantir mais de cem postos de trabalho, não só a médicos e enfermeiros, mas também a pessoal de outros sectores.
José Van-Dúnem foi acompanhado na visita pelo vice-governador do provincial para a esfera Social e Económica, Abreu Pereira da Silva.

Tempo

Multimédia