Províncias

Inquérito múltiplo de Saúde avalia os índices da malária

O Instituto Nacional de Estatística (INE) realiza desde sexta-feira, no município do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, um inquérito múltiplo de indicadores de saúde, na sede daquela circunscrição.

Inquiridores já trabalham nas comunas
Fotografia: João Gomes

O facto foi anunciado ontem à Angop pelo supervisor do INE no Cuanza Norte, Mário Pedro Moisés, adiantando que a acção, que está a ser realizada em parceria com o Ministério da Saúde, visa avaliar os índices da malária, da mortalidade infantil, o nível de hemoglobina e de anemia em crianças dos zero aos cinco anos de idade.
O inquérito vai recolher informações aos agregados familiares e recolher aspectos sobre a saúde. Os inquiridores vão recolher amostras de sangue que permitem avaliar os indicadores sobre o VIH/Sida, a malária e a anemia.
Também vão ser recolhidas informações sobre doenças de transmissão sexual, nível de violência doméstica, mortalidade juvenil através de entrevistas colectivas e individuais aos agregados familiares e a cidadãos do sexo masculino dos 15 aos 54 anos e a femininos dos 15 aos 49 anos de idade.
O supervisor do INE, Mário Pedro Moisés, disse que na circunscrição os inquiridores já trabalharam na aldeia de Canaúlo Iº, nos bairros e sede comunal de Quiluanje, onde depararam-se com dificuldades de acesso a algumas áreas da região devido as chuvas que caem com frequência na localidade. Os casos de malária em estado crítico diagnosticados nas áreas onde já trabalharam estão a ser encaminhados aos centros hospitalares municipais, enquanto os em fase inicial estão a ser distribuídos medicamentos anti-maláricos como o  Coartem. O responsável espera contar com a receptividade das comunidades para que recebam bem os inquiridores para o êxito do processo. A equipa é constituída por quatro inquiridores, um supervisor, um técnico de saúde, um motorista e um cartógrafo.
Mário Pedro Moisés informou que após a conclusão do inquérito uma equipa de médicos seguir-se-á para uma campanha de atendimento às doenças que forem determinadas.
A nível da província do Cuanza Norte foram apenas seleccionados para o referido inquérito os municípios do Cazengo, Lucala, Golungo Alto, Bolongongo, Ambaca, Quiculungo, Cambambe, Ngonguembo e Samba-Cajú. O inquérito múltiplo de indicadores iniciou em Outubro último e termina em Fevereiro do próximo ano.

Tempo

Multimédia