Províncias

Instituto de Enfermagem forma primeiros técnicos

Kátia Ramos | Ndalatando

O Instituto Médio de Enfermagem de Ndalatando Arminda Farias lançou para o mercado de trabalho os primeiros 29 finalistas na especialidade de análises clínicas, após quatro anos de formação.

Responsável garante melhoria na saúde
Fotografia: Kátia Ramos|Ndalatando

O director Provincial da Saúde, Manuel Duarte Varela, informou que até finais de Dezembro mais um grupo de 242 técnicos de saúde, dos níveis médio e básico, vão juntar-se aos 675 especialistas formados pela instituição desde a sua abertura em 2001. Quarenta e dois quadros formados foram requisitados pelo mercado de emprego do Kwanza-Norte, acrescentou Manuel Varela.
 “A formação dos jovens na área de enfermagem resulta de uma estratégia do Ministério da Saúde com o objectivo de mitigar a carência de técnicos no sector para servirem principalmente nas zonas mais recônditas da província.”
O director do Instituto Médio de Enfermagem Arminda Faria, Damião Caludica, informou que no presente ano lectivo aquela instituição matriculou 1.130 estudantes havendo 180 vagas para o próximo ano.
O Instituto Médio de Enfermagem foi construído de raiz e comporta 15 salas de aulas e laboratórios, onde são ministradas as especialidades de enfermagem geral, análises clínicas, fisioterapia, farmácia e radiologia.

Tempo

Multimédia