Províncias

Instituto Médio Agrário com falta de professores

O Instituto Médio Agrário (IMA) do Kwanza Norte necessita de mais professores para responder às necessidades dos 623 alunos matriculados no presente ano lectivo.

Direcção do Instituto Agrário do Kwanza-Norte quer reforçar o corpo docente
Fotografia: Kindala Manuel

O Instituto Médio Agrário (IMA) do Kwanza Norte necessita de mais professores para responder às necessidades dos 623 alunos matriculados no presente ano lectivo.Em declarações à Angop, no quadro do terceiro aniversário da instituição, o director pedagógico do Instituto Médio Agrário, Francisco Independente, revelou que a escola conta com 38 docentes.
O instituto, que lecciona os cursos médios de produção vegetal, recursos florestais e produção animal, e o básico de mecanização agrícola, debate-se actualmente com carências de professores para as disciplinas de Matemática, Física, Química e de Técnicas de Laboratório.As infra-estruturas do Instituto Médio Agrário do Kwanza Norte têm 16 salas, com capacidade para 1.050 alunos em três turnos, para além de cinco laboratórios, campos desportivos, refeitório, campos de experimentação prática e um internato para 198 alunos.
A instituição escolar lançou, em 2010, no mercado, os primeiros 92 técnicos médios em ciências agrárias. Os quatro melhores alunos deste grupo beneficiaram de uma bolsa interna para a frequência do ensino universitário na Faculdade de Agronomia da província do Huambo.
Francisco Independente revelou que para saudar o aniversário do Instituto Médio Agrário, a instituição realizou um torneio desportivo, com uma prova de atletismo de quatro quilómetros em corta-mato, partidas de futebol e voleibol, exercícios de ginástica rítmica, entre outras actividades recreativas e culturais.

Tempo

Multimédia