Províncias

Instituto Médio Agrário desenvolve novas técnicas

Marcelo Manuel | Ndalatando

Cerca de 500 alunos do curso de produção animal do Instituto Médio Agrário do Cuanza Norte desenvolvem técnicas para a criação e produção de galinhas e ovos a baixo custo, disse, ontem, em Ndalatando, ao Jornal de Angola,  o coordenador do projecto de produção avícola do  instituto de formação média na província.

Estudantes satisfeitos com aulas práticas
Fotografia: Nilo Mateus|Ndalatando

Amaro Francisco explicou que a iniciativa pretende  incentivar a criação de aves e a produção de ovos em pequena escala a nível das famílias e fazendas agropecuárias da província. “A acção foi lançada há um ano e tem a colaboração de alguns fazendeiros da circunscrição, cujas propriedades servem de local de estágio para os alunos.
A nave de criação do Instituto Médio Agrário da província do Cuanza Norte tem 150 galinhas e serve de local de estudos para o desenvolvimento de aptidões ligadas à selecção do tipo de ração, comportamento de cada espécie e capacidade diária de produção de ovos, referiu Amaro Francisco.

Alunos nas comunidades


O coordenador do projecto de produção avícola do Instituto Médio Agrário do Cuanza Norte anunciou que, em Dezembro, antes das férias, a instituição vai enviar  50 alunos para as comunidades  da região, com o propósito de transmitirem conhecimentos aos camponeses da região sobre os cuidados a terem com a criação de galinhas.
O número de alunos formados no Instituto Médio Agrário em produção animal é insatisfatório, a nível do Cuanza Norte, pois, muitos jovens desconhecem a importância da formação em produção animal para o desenvolvimento económico do país.

Tempo

Multimédia