Províncias

Intermunicipais em obras

Manuel Fontoura | Ndalatando

A reabilitação e aplicação de asfalto das estradas que ligam os municípios de Samba Caju ao Quiculungo, Bolongongo à comuna de Terreiro, Samba Caju a Banga e Golungo Algo ao Ngonguembo começa em breve, garantiu o governador do Cuanza Norte.

Programa de recuperação de estradas tem em vista melhoar as trocas comerciais e o escoamento de produtos do campo para a cidade
Fotografia: Nilo Mateus

Henrique André Júnior disse que as estradas se encontram muito degradadas e travam, de uma maneira geral, o desenvolvimento das referidas localidades, em especial os 36 quilómetros entre Samba Caju e Quiculungo, os 24 entre Bolongongo e Terreiro, os 47 que ligam Samba Caju à Banga e os cerca de 20 que falta reabilitar e asfaltar entre Golungo Algo e o município do Ngonguembo.
“Para este ano, no orçamento do Ministério da Construção está prevista uma verba para o início destas obras, antes adjudicadas a uma empresa com a qual foi rescindido contrato”, disse o governador, acrescentando que “a mensagem que temos recebido do Ministério da Construção é que ainda este ano vamos ver este problema resolvido e até 2017 teremos as estradas já concluídas”. O governador Henrique André Júnior garantiu, também, que o Ministério da Energia está a fazer um levantamento para pôr postos de energia nos municípios de Bolongongo e Quiculungo.As zonas de Cassualala até ao Zenza do Itombe vão ser as primeiras a beneficiar deste projecto e depois o resto da província. 
Em relação ao município de Quiculungo, o Governo tem previsto, para este ano, fazer chegar a energia a partir da subestação de Pambos de Sonhe (Samba Caju), pelo que o processo se encontra em fase de concurso, para apreciação e aprovação do Tribunal de Contas, seguindo-se depois o início dos trabalhos de extensão da rede , à semelhança do que se fez no Golungo Alto.

Tempo

Multimédia