Províncias

Jornalistas em campanha de sensibilização

André Brandão| Ndalatando

A Associação Angolana de Jornalistas na Luta contra a SIDA lançou, ao longo da semana passada, no município de Cambambe, uma campanha de sensibilização sobre os riscos da doença, visando imprimir maior envolvimento da classe no combate à sua transmissão.

A Associação Angolana de Jornalistas na Luta contra a SIDA lançou, ao longo da semana passada, no município de Cambambe, uma campanha de sensibilização sobre os riscos da doença, visando imprimir maior envolvimento da classe no combate à sua transmissão.
O director executivo da associação, Hele Bessa, disse que as actividades vão ser realizadas em todo o país, com encontros metodológicos. Com esta campanha, disse, a associação pretende tornar mais activa a participação de jornalistas na promoção e sensibilização das comunidades em relação às consequências da doença.
O responsável referiu que a participação dos jornalistas na luta contra a SIDA é importante. Hele Bessa lembrou que existem dois instrumentos jurídicos que podem orientar a actividade jornalística, nomeadamente o  Plano Nacional do HIV/SIDA e a lei que protege os portadores do vírus, que ainda são pouco divulgados.
O responsável da associação sugeriu aos jornalistas que, a partir dos encontros metodológicos, façam abordagens baseadas nos dois instrumentos.

Tempo

Multimédia