Províncias

Lançada a primeira pedra para construção de moradias

Manuel Fontoura | Ndalatando

O Executivo prevê construir este ano 200 fogos nos municípios de Cambambe e Golungo Alto, no âmbito do subprograma habitacional.
O governador provincial, Henriques Júnior, lançou ontem oficialmente nas duas localidades a primeira pedra que dá início às obras.
No município de Cambambe, a empresa Company Construtora promete concluir, até Agosto, as primeiras 100 casas do tipo T-3, a serem erguidas numa área de 25 hectares. As restantes residências começam a ser construídas em 2013.

Casas sociais são erguidas nos municípios
Fotografia: Jornal de Angola

O Executivo prevê construir este ano 200 fogos nos municípios de Cambambe e Golungo Alto, no âmbito do subprograma habitacional.
O governador provincial, Henriques Júnior, lançou ontem oficialmente nas duas localidades a primeira pedra que dá início às obras.
No município de Cambambe, a empresa Company Construtora promete concluir, até Agosto, as primeiras 100 casas do tipo T-3, a serem erguidas numa área de 25 hectares. As restantes residências começam a ser construídas em 2013.
O administrador municipal de Cambambe, Mateus António da Costa, disse que o projecto resolve os problemas habitacionais que os munícipes enfrentam.
No Golungo Alto, depois de ser lançada a primeira pedra para a construção das 200 residências, o projectista, Carlos Delgado, da construtora Horizonte Global, esclareceu que numa primeira fase são construídas casas bi-familiares ou, se preferirem, casas geminadas e unifamiliares (casas em lotes independentes).
Para a segunda fase, está prevista a construção de edifícios com pequenas lojas e habitação, numa área de 25 hectares. 
O vice-governador para a Área Técnica e Infra-estruturas, Erlindo Lidador, os administradores municipais de Cambambe e Golungo Alto, respectivamente, Mateus António da Costa e Cirilo Mateus, membros do governo, entidades tradicionais, estudantes e convidados testemunharam o lançamento da primeira pedra.

Tempo

Multimédia