Províncias

Lar dá maiores confortos aos idosos em Menongue

Nicolau vasco | Menongue

Cinco novas estações de captação de água subterrânea, construídas no âmbito do programa do Executivo “Água para todos”, foram inauguradas no município de Menongue, província do Kuando-Kubango, por ocasião das celebrações do Dia Mundial do Trabalhador.
As estações vão beneficiar um pouco mais de seis mil pessoas das aldeias de Mabaya, Senga, Waiombua, Fio e Sacanpoko, que se juntam a outras 40 mil que no Kuando-Kubango já consomem água potável.

O vice-governador do Kuando-Kubango para a organização e infra-estruturas, Simão Baptista, disse na segunda-feira, em Menongue, que o Executivo está a trabalhar no sentido de prestar uma maior atenção aos mais velhos que se encontram em lares de terceira idade.
Simão Baptista, que falava no acto de inauguração de um novo lar, localizado no bairro Hoji Ya Henda, nos arredores de Menongue, mostrou-se regozijado pela forma carinhosa com que os mais velhos estão a ser tratados, ao mesmo tempo que anunciou para breve, a construção de outros centros de acolhimento de idosos noutras localidades da província.  
Referiu que é necessário que se dê o devido apoio a estas pessoas que, pois é graças a eles que “muitos de nós somos governantes, médicos, enfermeiros, engenheiros, advogados ou professores. Tiveram muita paciência para nos educara e agora cabe-nos cuidar deles”, sustentou.
Com capacidade para acolher centenas de idosos, o lar ficou orçado em 120 milhões de kwanzas e entra em funcionamento no fim deste mês. Numa primeira fase vai receber 68 idosos, provenientes das tendas situadas no bairro Saúde, arredores de Menongue.
Construído numa área de cem metros quadrados, além dos dormitórios, tem refeitório, um pátio, duas cozinhas e uma lavandaria. Possui ainda 10 casas de banho, dois jangos de lazer, um posto médico equipado com laboratório, uma farmácia e uma sala para internar nove pacientes.
Simão Baptista inaugurou igualmente 20 residências do tipo T-3, na periferia da cidade de Menongue, destinadas a albergar quadros que trabalham no Kuando-Kubango.

Água subterrânea

Cinco novas estações de captação de água subterrânea, construídas no âmbito do programa do Executivo “Água para todos”, foram inauguradas no município de Menongue, província do Kuando-Kubango, por ocasião das celebrações do Dia Mundial do Trabalhador.
As estações vão beneficiar um pouco mais de seis mil pessoas das aldeias de Mabaya, Senga, Waiombua, Fio e Sacanpoko, que se juntam a outras 40 mil que no Kuando-Kubango já consomem água potável.
O director provincial de Energia e Águas, Filipe Sabino, assegurou que a sua instituição vai trabalhar com a Associação de Conservação de Ambiente e Desenvolvimento Integrado Rural (ACADIR), para sensibilizar a população para as boas práticas no manuseamento e preservação dos sistemas de captação de água.
O vice-governador para a organização e infra-estruturas afirmou, ao Jornal de Angola, que de Agosto de 2010 até agora, o governo provincial já executou 29 de um total de 42 furos subterrâneos. Para a empreitada estão a ser investidos 360 milhões de dólares.
O soba Bento Solo, da aldeia de Fio, a 75 quilómetros de Menongue, disse que anteriormente as pessoas tinham de percorrer dois quilómetros para ter acesso ao líquido.

Tempo

Multimédia