Províncias

Mais uma escola foi inaugurada

Marcelo Manuel e André Brandão | Ndalatando

O governador provincial do Kwanza-Norte, Henrique André Júnior, disse terça-feira que os professores devem ser os alicerces da educação da nova geração, inculcando valores morais, cívicos, culturais e patrióticos, para evitar a desintegração das famílias angolanas.

Muitas crianças podem agora aprender a ler
Fotografia: Jornal de Angola

O governador provincial do Kwanza-Norte, Henrique André Júnior, disse terça-feira que os professores devem ser os alicerces da educação da nova geração, inculcando valores morais, cívicos, culturais e patrióticos, para evitar a desintegração das famílias angolanas.
Henrique André Júnior advogou tal pretensão na inauguração de uma escola na localidade de Iria, município de Cazengo.
A escola tem quatro salas, equipadas com material moderno e capacidade para albergar 180 alunos.
O governo provincial colocou à disposição da população, desde o dia 31 de Janeiro, 19 novas salas, todas no município de Cazengo.
Henrique Júnior lembrou que o Executivo presta atenção especial à construção e reabilitação de instituições de ensino e à capacitação dos recursos humanos.
O governante sublinhou que a inauguração sucessiva de escolas revela a intenção das autoridades de reforçar o sistema de educação em todos os pontos do país.
Em sua opinião, os investimentos no sector da Educação só têm sentido se estes visarem a formação integral do cidadão.
O governador Henrique André Júnior chamou a atenção dos alunos no sentido de cumprirem o seu verdadeiro papel, que é o de fazer da escola um meio de excelência para aquisição de conhecimentos.
Henrique Júnior afirmou que Angola precisa de docentes que ensinem os alunos a pensar e a raciocinar.
Henrique Júnior lembrou que o papel da escola não visa apenas a instrução do homem, mas também a sua educação, para que se possa ter uma sociedade isenta de práticas nocivas.
A escola tem a tarefa de fazer com que o adulto de amanhã seja hábil e se adapte à sociedade em que está inserido, para provocar mudanças positivas, disse o governador.
Irene Ngola, em nome dos estudantes da província, solicitou aos governantes mais empenho na luta para a melhoria do ensino em Angola e na construção de mais escolas.
A pequena Irene Ngola apelou aos pais e encarregados de educação no sentido de prestarem mais atenção na educação e formação dos seus educandos.

Tempo

Multimédia