Províncias

Menos produção de café por falta de compradores

Marcelo Manuel| Banga

A falta de compradores e meios para o escoamento do café nas zonas mais recônditas do município da Banga, a norte de Ndalatando, província do Kwanza-Norte, está a criar desalento no seio dos cafeicultores, disse ontem ao Jornal de Angola, o responsável da área económica e produtiva da circunscrição.

Cafeicultores querem mais escoamento
Fotografia: Arimatéia Baptista

Domingos João Lourenço considerou crítica a situação no município, onde mais de seis toneladas de café se encontram há mais de dois anos em posse dos produtores, devido a inexistência de meios técnicos para tratar do bago vermelho, aliado à falta de transporte, tem contribuído para a fraca produção deste produto.
No município não existem máquinas de descasques. Para a resolução do problema e revitalização da cultura do café, as entidades administrativas locais e o Governo Provincial conjugam esforços no sentido de se inverter o quadro. O programa de microcrédito junto dos bancos da província é uma das saídas encontradas. Recentemente, foram adquiridas duas carrinhas com capacidades para dez toneladas.

Tempo

Multimédia