Províncias

Milhares de alunos passam de classe

Um total de 96.184 alunos, dos 132.925 matriculados, na província do Cuanza Norte, em 2015, concluíram o ano lectivo com êxito em diferentes níveis de ensino, menos 2.643 alunos, comparativamente ao ano de 2014, informou ontem o director provincial da Educação.

Sebastião Abel Manuel esclareceu à Angop terem sido registadas 25.789 reprovações, sobretudo no ensino primário, devido ao fraco acompanhamento dos educandos por parte dos encarregados de educação. Do total de alunos matriculados em 2015, constam 24.525 que frequentaram o I ciclo do ensino secundário, com 14.994 aprovados e 7.421 reprovados, enquanto 11.336 estudantes estiveram inseridos no II ciclo do ensino secundário, com 6.981 aprovados e 2.865 reprovados.
Quanto ao programa de alfabetização e aceleração escolar, inserido no subsistema de ensino de adultos, foram matriculados 44.206 mil alfabetizandos, dos quais 34.640 aprovaram. O responsável aclarou que 34.874 foram matriculados no módulo I, correspondente a 1ª e 2ª classes, 5.553 no módulo II (3ª e 4ª classes) e 3.779 no módulo II, equivalente a 5ª e 6ª classe.
As aulas foram asseguradas por 3.986 docentes. No ano 2015, o sector contou com 231 escolas, das quais 203 são do ensino primário, 13 do I ciclo e 15 do II ciclo que perfazem um total de mil 566 salas de aula. Entre as prioridades do sector para 2016, o director provincial da Educação disse ser necessário a construção de mais salas de aula, cujo número não indicou.

Tempo

Multimédia