Províncias

Milhares de cabeças de gado são vacinadas

Victor Pedro | Sumbe

O departamento provincial dos Serviços de Veterinária da província do Kwanza-Sul prevê vacinar, a partir de Maio, mais de 90 mil cabeças de gado bovino e 25 mil animais de estimação.

São criadas todas as condições técnicas e materiais para o êxito da campanha de vacinação
Fotografia: Jornal de Angola |

O chefe dos Serviços de Veterinária, Bonifácio Sucumula, disse que para o êxito desta campanha, com a duração de 45 dias, foi elaborado um plano de necessidades, que prevê a mobilização de técnicos e equipamentos, que foi remetido ao Governo Provincial.
Para a campanha vai estar disponível uma equipa de 14 técnicos do departamento, auxiliada por outros que regularmente colaboram nos períodos de vacinação.
A estiagem que assolou várias extensões da província, sobretudo nas áreas de pasto, originou mudanças dos criadores para outras localidades, prevendo-se, por isso, alguns embaraços na vacinação.
Bonifácio Sucumula salientou que mais de 4.500 cabeças de gado morreram desde o ano passado, devido à seca.
 “Pela dispersão verificada no ano passado devido à falta de chuva, pensamos que a presente campanha de vacinação vai requerer meios de transporte e o reforço das equipas de vacinação, para podermos atingir toda a província”, salientou, pedindo a colaboração dos criadores de gado.
No ano passado, das mais de 90 mil cabeças de gado bovino que era previsto serem vacinadas apenas o foram vacinadas cerca de 40 mil, enquanto de uma previsão de 25 animais de estimação se ficou pelos nove mil. O responsável dos Serviços de Veterinária insistiu na disponibilização de subsídios para os técnicos e colaboradores, para evitar a sua desmotivação, que é responsável, em parte, pelo fracasso da campanha anterior.
“Recrutámos, na campanha de preparação, colaboradores nos institutos médio e superior ligados ao ramo agrário, que também aproveitam para aperfeiçoar os seus conhecimentos práticos, mas é saudável que recebam os seus subsídios”, sublinhou.
Para Bonifácio Sucumula as administrações dos municípios com tradição na criação de gado devem dar prioridade à criação de mangas de vacinação, uma vez que a província do Kwanza-Sul possui apenas três infra-estruturas provisórias.
A dermatofilose, peripneumonia contagiosa bovina, o carbúnculo hemático e as doenças provocadas por carraças, são as principais preocupações do departamento de veterinária na região, que controla actualmente mais de 127.800 cabeças de gado bovino e 1.495 criadores, distribuídos pelos sectores empresarial e tradicional, segundo o chefe dos Serviços de Veterinária.

Tempo

Multimédia