Províncias

Milhares de pessoas têm água potável

Isidoro Samutula | Dundo

O director provincial da Energia e Águas lembrou, no Dundo, que mais de 500 mil habitantes da Lunda Norte passaram a beneficiar do Programa de Investimentos Públicos e Água para Todos.

Na cidade do Dundo est�o a ser instalados novos sistemas de capta��o e abastecimento de �gua
Fotografia: Isidoro Samutula|Dondo

André Camilo disse terem sido instalados 24 sistemas de captação e abastecimento de água potável nas sedes municipais, comunais e nas aldeias, com capacidade de produção diária superior a 20 mil metros cúbicos.
No âmbito do mesmo programa, destinado a abastecer as zonas rurais de água potável, recordou também, foram construídos 17 sistemas e 43 furos nas sedes municipais, comunais e aldeias, que beneficiam mais de 180 mil dos 230 mil habitantes daquelas áreas.
O director provincial garantiu que este ano são concluídas as obras de construção dos sistemas de captação de água da comuna de Cassanje-Calucala, no município de Xá-Muteba, e da comuna de Luia, município do Cambulo, no âmbito igualmente do programa “Água para todos”.
Também está previsto instalar sistemas idênticos nas localidades de Fucauma, Luxilo e Catximo, município do Cambulo, bem como nas povoações de Xamiquelengue e Muxinda, município de Capenda Camulemba, disse o director.
André Camilo revelou que este ano são reabilitados os sistemas de abastecimento de água nas sedes municipais de Xá-Muteba, Capenda-Camulemba e Cuango.
As obras dos projectos de reabilitação e expansão dos sistemas de abastecimento de água de Lucapa e Nzagi, no âmbito do financiamento da linha de crédito da China, começam em breve.  Na província da Lunda Norte está também a ser instalado o sistema de captação do Luachimo, que inclui o tratamento de água, que vai abastecer a centralidade da cidade do Dundo.
O director provincial considerou regular o abastecimento de água potável à cidade do Dundo, apesar dos desperdícios causados pelas roturas de condutas provocadas por algumas pessoas que insistem no garimpo e impedem a distribuição ininterrupta.
A cidade do Dundo tem a estação de captação de água do Mussungue, com capacidade horária de 400 metros cúbicos, e a de Cazunda, de 240 metros cúbicos por hora.

Tempo

Multimédia