Províncias

Mototaxistas de Ndalatando com a circulação restringida

As autoridades policiais devem tomar medidas urgentes para a criação de zonas de exclusão de circulação de mototaxistas para reduzir os acidentes, disse, ontem, em Ndalatando, o governador provincial do Cuanza Norte.

Medida surge para reduzir os acidentes
Fotografia: Francisco Puto

José Maria dos Santos, que falava durante a primeira sessão extraordinária do Governo provincial, realçou a necessidade de as autoridades locais proibirem o comércio em espaços próximos à linha férrea, largos e à beira da estrada.
José Maria dos Santos recomendou aos diferentes sectores da governação local a elaboração de diagnósticos capazes de orientar e identificar os eixos das principais acções que devem constar do programa de governação imediata de curto prazo.
O Governo Provincial do Cuanza Norte, disse José dos Santos, deve com urgência instar o sector da indústria extractiva, bem como o sector da geologia e minas a implementarem acções sociais em benefício das comunidades onde operam, por forma a mitigar os impactos ambientais advindos da exploração dos recursos naturais.
 Durante a reunião, o governador provincial manifestou interesse na criação de uma estratégia imediata para a recuperação dos passeios, lancis e zonas verdes das vilas e cidades da província.
A identificação e registo de terrenos agrícolas e habitacionais do Estado também constam do leque de projectos.
José Maria dos Santos disse que as autoridades tradicionais e religiosas devem ajudar o Estado a identificar cidadãos estrangeiros que residam ou circulem nas suas comunidades, a fim de manter um controlo rigoroso do fluxo migratório no Cuanza Norte.
O Jornal de Angola apurou que no decurso da reunião o governador provincial demonstrou  preocupação com a existência de cemitérios clandestinos em Ndalatando, principalmente os situados à beira dos rios e cursos de água, facto que o levou a instar as autoridades locais para a tomada de medidas proibitivas.

Tempo

Multimédia