Províncias

Ndalatando tem nova escola primária

A província do Kwanza-Norte vai contar, a partir do próximo ano lectivo, com uma nova escola do ensino especial, dotada de cinco salas e capacidade para albergar 200 alunos.

A província do Kwanza-Norte vai contar, a partir do próximo ano lectivo, com uma nova escola do ensino especial, dotada de cinco salas e capacidade para albergar 200 alunos. Actualmente em construção na cidade de Ndalatando, o futuro estabelecimento de ensino vai ainda dispor de um gabinete administrativo, sala de reuniões, balneários e outras dependências.
A informação foi avançada na terça-feira à Angop, em  Ndalatando, pela responsável do departamento do ensino especial, afecto à Direcção Provincial da Educação, Maria Aldina de Frias.
 O sector da Educação na província tem identificados 719 alunos com necessidades educativas especiais, matriculados no ensino primário e  I ciclo, a maioria dos quais com transtornos de conduta, deficiências visuais e de linguagem.
Até aqui, o ensino especial apenas dispõe de salas no município de Cazengo, sendo assegurado por 17 professores, dos quais nove do ensino primário e oito do primeiro ciclo, segundo Maria Aldina de Frias.
Nos demais municípios, acrescentou, a falta de condições de ensino aliada à inexistência de professores especializados, tem obrigado os alunos com necessidades educativas especiais a assistirem a aulas nas mesmas condições que os estudantes do ensino normal.
Maria Aldina revelou que a falta de meios de trabalho específicos, como máquinas de braille e seus componentes, além de outras condições indispensáveis, são o principal problema da actividade do ensino especial na província.

Tempo

Multimédia