Províncias

Ngonguembo sem ocorrências de VIH/Sida

O Hospital Municipal do Ngonguembo registou um quadro nulo de casos de VIH/ Sida, desde a implantação do Centro de  Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV) na municipalidade, em Março do ano em curso.

O Hospital Municipal do Ngonguembo registou um quadro nulo de casos de VIH/ Sida, desde a implantação do Centro de  Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV) na municipalidade, em Março do ano em curso.
A afirmação é do responsável do centro na circunscrição, Raimundo Andrade, que revelou terem sido testadas, desde a abertura do centro, cerca 246 pessoas contra o VIH-Sida, na sua maioria mulheres grávidas.
Caracterizou, ainda, como sendo razoável a adesão dos cidadãos aos testes voluntários do VIH/Sida, fruto das acções de mobilização realizadas junto das comunidades e escolas, sobretudo em relação às vantagens da adesão aos testes voluntários, e em relação aos moldes de prevenção da doença.
Apesar das acções de mobilização, Raimundo Andrade disse ainda existirem cidadãos, sobretudo jovens do sexo masculino, com comportamentos de risco, que insistem na prática sexual com vários parceiros sem qualquer protecção e ignorando a existência da doença.
Ainda no quadro das acções de mobilização, o CATV do município do Ngonguembo distribuiu mais de 500 preservativos a jovens e adultos.

Tempo

Multimédia