Províncias

Novas iniciativas de desenvolvimento nos municípios do Lucala e de Ambaca

Manuel Fontoura | Ndalatando

Os  municípios do Lucala e Ambaca contam nos próximos tempos com novos projectos de desenvolvimento ligados à exploração agro-pecuária inclusive na vertente industrial. No âmbito das acções de carácter social, destaque para as áreas de saúde, educação, urbanismo e meio ambiente.

Sylvie Dubeau é a coordenadora do plano director dos municípios de Lucala e Ambaca
Fotografia: André Brandão | Ndalatando

Os  municípios do Lucala e Ambaca contam nos próximos tempos com novos projectos de desenvolvimento ligados à exploração agro-pecuária inclusive na vertente industrial. No âmbito das acções de carácter social, destaque para as áreas de saúde, educação, urbanismo e meio ambiente.
De acordo com o consultor e responsável do plano director do município do Lucala, Carlos Hamerlberg,  o projecto vai ser levado à discussão pública para que a sociedade civil possa conhecê-lo e dar pareceres sobre ele, prevendo a apresentação ser feita no próximo mês de Junho.
O plano do município do Lucala prevê a criação de um grande pólo industrial ligado à área agrícola, para incentivar a produção na região e por ser também uma linha de passagem e entroncamento entre as províncias de Malange, Uíge, Lunda-Norte e Lunda-Sul.
Carlos Hamerlberg  disse que o plano director municipal tem uma vertente de gestão territorial. “O nosso papel é criar condições adequadas muito bem integradas, harmoniosas em termos de ocupação e disponibilidade dos espaços e previsão de equipamentos”, disse.
Para a sua promoção, frisou, o plano director municipal do Lucala serve de suporte aos programas do Executivo e do Governo Provincial. São beneficiadas directamente as populações residentes e há também programas de erradicação da pobreza nos quais são envolvidas 2.000 pessoas. “Queremos criar um plano director municipal equilibrado e sustentado ecologicamente, dentro daquilo que é a preocupação da população”, sublinhou.
A coordenadora do plano director dos municípios do Lucala e Ambaca, Sylvie Dubeau, disse que os trabalhos nos dois municípios estão na fase inicial, com a recolha de dados e também a preparação do esquema de desenvolvimento.
Os técnicos procuram saber junto das autoridades locais e da província quais as directrizes para depois propor as suas estratégias de desenvolvimento.
Está em Ambaca uma equipa composta por um arquitecto, um ambientalista e um inquiridor, que diariamente passam a informação de tudo quanto vão colhendo no terreno. “Precisamos de conhecer as potencialidades de cada município, para  respondermos às expectativas das populações”, disse Sylvie Dubeau.
O projecto tem um horizonte de dez anos, disse a coordenadora do plano director dos municípios de Lucala e Ambaca.

Tempo

Multimédia