Províncias

Novo modelo de conservação da rede viária

MArcelo MAnuel| Ndalatando

O Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) está a trabalhar para a definição de um novo modelo de conservação das redes viárias, que consiste essencialmente na implementação de sistemas de controlo e contagem de tráfego, de formas a evitar a degradação precoce das rodovias do país.

Está a ser criada nova estratégia para a conservação das estradas do país
Fotografia: Nilo Mateus

Segundo o director do INEA, António Resende, o projecto inclui a implementação de um plano director de pesagem das viaturas, para além de um inventário da rede viária, para avaliação dos critérios de desempenho e a elaboração do programa de gestão de pavimentos.
António Resende explicou que o plano director de pesagem tem como objectivo fundamental a redução substancial do custo de conservação e manutenção das estradas e propiciar o aumento da segurança nas estradas, através da circulação de veículos dentro dos limites para os quais foram produzidos.
Adiantou que o plano prevê ainda a redução dos custos operacionais dos veículos pela eliminação da sobrecarga,  aumento da eficiência da relação carga e frete, ocasionando um aumento de receita por carga. “O INEA trabalha também na criação de um banco de dados estatísticos para fins de planeamento e pesquisas rodoviárias, referentes ao peso por eixo, peso bruto total e volume de tráfego”, sublinhou António Resende.

Postos de pesagem

Segundo o director do INEA, os critérios para a localização de postos de pesagem estão ligados à identificação das principais zonas de acesso aos principais centros de produção agrícola, industrial, consumo, áreas portuárias e principais aeroportos.
“Os postos rodoviários que afluem para cidades com características de integração logística, para o sistema de transporte de cargas, ligações rodoviárias entre as principais cidades, bem como as cidades limítrofes, consideradas portas de acesso para as rotas de carga rodoviária internacional, também estão incluídos no projecto”, disse, acrescentando que este ano o INEA adquiriu 31 balanças fixas e cinco móveis
O levantamento das áreas para a implantação dos postos de pesagem iniciou em 2014 com levantamentos topográficos, sondagens e elaboração de projectos tipo. “Actualmente estão em execução os três primeiros postos de pesagem nas localidades de Maria Teresa, Cacuaco e Chibia”, adiantou António Resende.

Estradas terciárias

O plano estratégico de recuperação e conservação das estradas terciárias foi concebido em meados de 2011, para a reabilitação de 17.500 quilómetros, mas, devido a constrangimentos técnicos e financeiros, foi reformulado, indicou o  director do INEA.
Destacou que, com a criação deste plano, pretende-se a extensão dos serviços da  administração do Estado às áreas mais recônditas do país. “A concepção do programa estabelece o engajamento dos Governos Provinciais e das brigadas do INEA”, disse António Resende.
Apontou como principais dificuldades para a execução do plano a suspeita de zonas com minas e a falta de certificação de outras já desminadas e os difíceis acessos a estas zonas.

Tempo

Multimédia