Províncias

Novos hospitais projectados na região

Manuel Fontoura | Ndalatando

A rede sanitária do Cuanza Norte é reforçada, nos próximos meses, com a construção de três hospitais, anunciou, quinta-feira, o governador provincial.

População da região continua a ser aconselhada no sentido de procurar as unidades sanitárias logo após os primeiros sintomas de doença
Fotografia: Santos Pedro

José Maria dos Santos não adiantou detalhes sobre os empreendimentos, mas afirmou que a assessoria técnica do Governo trabalha com parceiros espanhóis, para, em pouco tempo, definir os locais e os níveis de hospitais a serem construídos na província.
Ao falar no Encontro Provincial da Saúde, em Ndalatando, o governador provincial reconheceu que o sector “vive dias menos bons, embora haja melhorias”. Essas dificuldades são causadas pela escassez de água nos hospitais, falta de higiene básica, alimentação e de medicamentos essenciais, para além de muitas áreas técnicas estarem com problemas de funcionamento.
José Maria dos Santos disse que o cenário criava um sentimento de frustração nos quadros e técnicos do sector e nos doentes. “Por isso, houve um esforço para que se melhorassem alguns serviços”.
No encontro, o governador provincial apresentou aos quadros e responsáveis do sector o médico Domingos Quiala Cristóvão, novo director provincial da Saúde, que substitui Manuel Duarte Varela.
José Maria dos Santos salientou que a nomeação faz parte da estratégia para mudar o quadro actual do sector, após um diagnóstico feito a nível do país, o qual constatou haver muitas situações que mereciam alteração substancial da gestão hospitalar. Por esses indicativos e pelas constatações feitas, disse José Maria dos Santos, e com o apoio das estruturas centrais do Ministério da Saúde, vai haver uma nova dinâmica no sistema provincial de assistência sanitária.
José Maria dos Santos pediu ao novo director provincial da Saúde que ajude o Governo a mexer um pouco na estrutura da Saúde a nível da dinamização das direcções dos hospitais, quer a nível da sede da província quer dos municípios, por forma a mudar o cenário menos bom do sector, principalmente no que toca à gestão do erário público.
O governador do Cuanza Norte alertou o novo director para as dificuldades da sua missão, uma vez que o sector da Saúde deve ter uma acção transversal com outros departamentos, com destaque para a Educação, infra-estruturas básicas, saneamento e na cooperação com as administrações municipais.
José Maria dos Santos recomendou ao director provincial da Saúde, que visite as estruturas hospitalares nos municípios de forma permanente, para ajudar com algum aconselhamento, proceder ao levantamento das necessidades e dar solução aos problemas.

Tempo

Multimédia