Províncias

Novos médicos reforçam saúde em Bolongongo

Três médicos angolanos especializados em Medicina Interna reforçam, desde quarta-feira, o sector de Saúde no município do Bolongongo, província do Cuanza-Norte.

Serviços de saúde estão mais próximos dos cidadãos
Fotografia: João Gomes | Edições Novembro

A informação foi avançada à Angop pelo responsável da área de Recursos Humanos e Finanças do Hospital Municipal de Bolongongo, Nanito António Lopes, adiantando que, com este reforço, eleva-se para quatro o número de médicos no município, facto que contribuirá para a melhoria da assistência sanitária.
Considerou que a chegada dos novos médicos demonstra o compromisso do Governo na melhoria da assistência sanitária à população, evitando que os doentes percorram longas distâncias para serem consultadas por um médico. Dos novos médicos, dois são do sexo masculino. O município do Bolongongo possui dez unidades sanitárias, das quais se destaca o Centro Municipal de Saúde, a única unidade sanitária de referência a nível da região, com capacidade para 40 camas.

Combate à malária


Sessenta técnicos de diferentes áreas do sector da Saúde participam, desde quarta-feira, no Dondo, município de Cambambe, província do Cuanza-Norte, numa acção formativa sobre métodos de combate à malária, promovida pela Direcção Provincial de Saúde.
De acordo com o director municipal da Saúde, Miguel Coxe Simão, em declarações à Angop, estão a participar na formação técnicos do Hospital Municipal de Cambambe, de unidades sanitárias da periferia e dos Serviços de Assistência Médica das Forças Armadas Angolanas (SAM/FAA).
A acção formativa, a decorrer em duas etapas, de quatro dias cada, conta ainda com a participação de 17 técnicos dos serviços de consulta pré-natal. Temas como “Manejo de casos de malária simples e na gravidez”, “Reforço do conhecimento sobre sintomatologia", "Diagnóstico, tratamento e prevenção da malária"estão a ser abordados.

Tempo

Multimédia