Províncias

Núcleo do INADEC quer expandir acções na região

André Brandão | Ndalatando

O núcleo provincial do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor no Cuanza Norte prevê desenvolver este ano um projecto de expansão dos serviços nas sedes municipais e comunais, disse ao Jornal de Angola o seu chefe de departamento.

Manuel Jorge afirmou que o objectivo é que o maior número possível de consumidores conheça os seus direitos e deveres.
A medida, referiu, também permite à população melhorar a qualidade de vida e segurança alimentar à população.

Devolução de produtos

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor no Cuanza Norte, lamentou, apenas está representado na cidade de Ndalatando, o que é prejudicial aos habitantes do interior da província que não sabem a quem recorrer quando se vêem afectados nos seus direitos de consumidor.
A mesma situação, disse o responsável, dificulta o trabalho dos fiscais e o controlo dos produtos vendidos nos estabelecimentos comerciais. Manuel Jorge recordou que qualquer pessoa tem o direito de devolver os produtos impróprios para consumo e que quando o vendedor se recusar a aceitá-los deve ser denunciado ao Instituto Nacional de Defesa do Consumidor.

Tempo

Multimédia