Províncias

Obras do hospital provincial ficam concluídas este mês

O director provincial da Saúde do Kwanza-Norte disse ontem, à Angop, que em Maio devem estar concluídas as obras e equipado o hospital materno-infantil de Ndalatando, com capacidade para 140 camas.

O director provincial da Saúde do Kwanza-Norte disse ontem, à Angop, que em Maio devem estar concluídas as obras e equipado o hospital materno-infantil de Ndalatando, com capacidade para 140 camas.
 Manuel Varela lembrou que a entrada em funcionamento do novo hospital vai diminuir o número de parturientes em estado grave transferidas para Luanda.
O projecto inicial, referiu, previa apenas a instalação de uma maternidade, mas face às dificuldades de assistência pediátrica no hospital provincial, optou-se por um centro materno-infantil com serviços de assistência a mães e crianças.
A maternidade do hospital provincial tinha apenas 40 camas e a pediatria, 30, o que fazia que houvesse duas e três crianças na mesma cama.
A nova unidade, afirmou, vai dispor de serviços de tratamentos médicos intensivos, salas de reanimação e de parto, enfermaria, bloco operatório, berçários e serviços de consultas externas. A maternidade vai funcionar com nove parteiras especializadas e formadas na província de Malanje e cerca de 20 médicos.
A construção do centro materno-infantil, iniciada em Janeiro de 2011, enquadrada no programa de investimentos públicos do governo provincial, está orçada em quatro milhões de dólares.

Tempo

Multimédia