Províncias

Partos cesarnianas estão a crescer em Ndalatando

Kátia Ramos | Ndalatando

Pelo menos, quatro cesarianas são realizadas diariamente no hospital materno-infantil de Ndalatando, revelou ao Jornal de Angola o médico Arão da Silva, que referiu este ano foram feitas com êxito no mesmo estabelecimento 459 daquelas intervenções.

O clínico salientou que aquele número revela “a competência e capacidade dos técnicos do hospital dotado de equipamentos de ponta”.
“Felizmente, além de termos profissionais capazes, o hospital dispõe de equipamentos modernos, dái a razão de realizarmos, com sucesso, partos por cesariana”, disse.
No mesmo hospital realizaram-se igualmente este ano 2.334 partos, com 99 nados mortos e 19 mortes maternas.
Arão da Silva realçou a importância das mães realizarem os partos no hospital para diminuírem o risco de vida e do bebé e disse que a Direcção da Saúde tem “a colaboração de activistas que visitam com frequência as casas, sobretudo nas zonas rurais”.
O hospital Materno Infantil, inaugurado há cerca de um ano, que também presta serviços pluricultura, planeamento familiar e consultas estrenas, dispõe de um amplas instalações de pediatria e bloco operatório.
O hospital, onde trabalham sete médicos e 86 enfermeiros, regista diariamente em média 15 partos e 40 internamentos.

Tempo

Multimédia