Províncias

Plano de desenvolvimento de Ambaca perspectiva economia forte e organizada

Manuel Fontoura | Ndalatando

O plano de desenvolvimento para o município de Ambaca foi apresentado na quarta-feira aos munícipes da região.

O plano de desenvolvimento para o município de Ambaca foi apresentado na quarta-feira aos munícipes da região.
O plano de desenvolvimento foi elaborado pelo consórcio Ceso-CI Angola e Loid Engenharia e enquadra-se no Programa de Desenvolvimento Municipal, que perspectiva o alcance de “uma economia forte, um território organizado, uma sociedade coesa, melhoria na qualidade de vida da população, sistema urbano moderno e um meio ambiente como factor de bem-estar e oportunidade”, explicou a engenheira Loid Monteiro, durante a sua apresentação.
Este plano é um instrumento de ordenamento do território de natureza regulamentar, cuja elaboração deve ser obrigatória e da responsabilidade dos munícipes.
Faz ainda parte dos objectivos, o surgimento de uma região com acessibilidade a nível interno e com outras províncias.
 “O programa tem como finalidade estabelecer o modelo de estrutura espacial, assente na classificação do solo, baseando-se numa síntese da estratégia de desenvolvimento e de ordenamento local integrando as opções de âmbito local, regional, nacional e internacional”, referiu Loid Monteiro.

Fases do plano director

O plano foi desenvolvido em cinco fases. Na primeira, foi feito o levantamento de dados da situação existente, como a localização geográfica, sistema natural e ecológico, ocupação do território, patrimónios naturais, ecológicos, culturais e arquitectónicos e do sistema socioeconómico.
Na segunda, fez-se a análise e diagnóstico da situação existente, pontos fortes e fracos do município, além das oportunidades de negócios e eventuais ameaças para o município de Ambaca.
As demais fases do plano basearam-se na proposta de cenários de desenvolvimento, avaliação dos cenários apresentados, selecção do melhor cenário e o projecto final do Programa de Desenvolvimento Municipal de Ambaca, absorvendo o cenário seleccionado e projectado no território.

Obras sociais


O plano de desenvolvimento do município de Ambaca prevê a construção de distintos equipamentos de carácter social para as áreas da saúde, educação, desporto, lazer, segurança e protecção civil, infra-estruturas para a água, saneamento básico, energia, telecomunicações, infra-estruturas rodoviárias, ferroviárias, aeroportuárias e portuárias.
Responsáveis da administração municipal e autoridades tradicionais apresentaram as suas críticas e sugestões para rectificar eventuais falhas na elaboração do referido projecto, que foram registadas pelo Consórcio-CI.
Com uma superfície de 3.080 quilómetros quadrados e com uma população estimada em 70.500 habitantes, Ambaca é um município fortemente agropecuário, com uma densidade de 22,8 hectares por quilómetro quadrado.

Tempo

Multimédia