Províncias

População ficou esclarecida sobre medidas de prevenção

Testagem voluntária do VIH/Sida e malária foi feita no município de Samba Caju, província do Cuanza Norte, durante a Feira da Saúde, versada na mobilização dos cidadãos para adopção de medidas colectivas, visando a prevenção de várias doenças nas comunidades. 

Feira permitiu a testagem voluntária
Fotografia: Paulo Mulaza

A Feira da Saúde, promovida pela Secção Municipal de Saúde, em parceria com a Empresa de Supervisão de Saúde (SHS), enquadra-se num projecto de saúde comunitária e permitiu 95 testagens do VIH/Sida e igual número de malária.
A coordenadora do projecto de saúde da empresa SHS, Nely Pereira, disse à Angop que a actividade foi ainda marcada pela mobilização dos populares sobre os métodos de elaboração do soro caseiro, uso adequado do mosquiteiro, importância do tratamento da água para beber e do aleitamento materno exclusivo para a saúde da mãe e do bebé.
Actividade similar decorreu no município de Bolongongo, onde foram testadas 46 pessoas contra o VIH/Sida, entre as quais 18 mulheres grávidas, mas sem nenhum caso positivo.
Ainda em Bolongongo, a actividade foi marcada pela distribuição de preservativos, no quadro de uma campanha de mobilização dos cidadãos sobre o modo correcto de uso do preservativo e sua importância para a prevenção do VIH/Sida, doenças oportunistas e gravidezes indesejadas.
A aplicação de projectos de saúde comunitária a nível dos municípios de Samba Caju e Bolongongo é actualmente efectivada com apoio de 59 agentes comunitários, supervisores de campo e gestores de cuidados que têm a missão de mobilizar os cidadãos sobre a importância das medidas colectivas destinadas à redução da mortalidade por doenças preveníveis, com realce para o reforço do saneamento básico.

Tempo

Multimédia