Províncias

Professores pedem subsídios

André Brandão | Ndalatando

Os profissionais do ramo da Educação na província do Kwanza-Norte solicitaram ao Ministério de tutela a atribuição de subsídios de isolamento aos professores colocados nas áreas rurais e mais longínquas.

Participantes querem alargamento da rede escolar e a capacitação de professores
Fotografia: Jornal de Angola

A decisão saiu do Fórum Provincial de Educação que decorreu nos  dias 20, 21 e 22 deste mês, no anfiteatro do Instituto Médio Agrário do Kwanza-Norte.
Os trabalhadores da Educação no Kwanza-Norte solicitaram ainda a expansão da rede escolar a todos os municípios. Os participantes recomendaram a elaboração dos planos de acção sobre o fluxo da população, a distribuição da rede escolar e a formação e capacitação de professores.
A adequação de categorias dos quadros docentes, a igualdade de  a generalização da distribuição da merenda escolar em todas as instituições da primeira infância e do ensino primário foi também recomendado pelos trabalhadores da Educação no Kwanza-Norte.
O vice-governador para o sector político e social, José Kipungo, afirmou que a tarefa é árdua, porque, “até 2015, devem trabalhar para melhorar a educação na primeira infância”.
O governante salientou que é necessário conjugar a vontade política com a capacidade de resolução dos problemas, sem descurar a capacidade dos gestores públicos nos diferentes níveis profissionais. O encontro juntou cerca de 200 personalidades da província.

Tempo

Multimédia