Províncias

Projectos no Cuanza Norte registam avanços

Manuel Fontoura| Ndalatando

O director provincial do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística, Gonçalo Ribeiro, considerou positivas as actividades desenvolvidas pelo Governo Provincial do Cuanza Norte durante o ano de 2014, consubstanciadas na construção e apetrechamento de  unidades sanitárias, escolas e reabilitação de estradas.

A reabilitação das vias de acesso consta entre as prioridades das autoridades locais para melhorar as trocas comerciais
Fotografia: Manuel Fontoura

Gonçalo Ribeiro disse no final da reunião do Governo da província que a construção e reabilitação das infra-estruturas de caris social contribuíram positivamente para a melhoria da qualidade de vida da população da região.
No decurso de 2014, sublinhou, houve um aumento dos alunos matriculados em relação ao período anterior, em 9,0 por cento. Em 2013 a província matriculou 120 mil alunos e em 2014 a cifra atingiu 139 mil, em diferentes níveis.
No sector da Saúde existe uma redução significativa da taxa de mortalidade materno infantil e dos casos de malária e mortes causadas pela doença.
O director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística disse que foram construídas, em 2014, 65 novas salas de aulas, que devem entrar em funcionamento no presente ano lectivo, além do Governo lançar, em finais do ano passado, o projecto de construção da Escola Superior Politécnica de Ndalatando e casas para os professores.
A nova escola do ensino superior está a ser construída no bairro Catome de Cima, ao lado do edifício da actual Escola Superior Politécnica do Cuanza Norte, da Universidade Kimpa Vita, e tem 15 salas, construídas em três blocos, com cinco salas cada, além de laboratórios, anfiteatro com mais de 120 lugares, biblioteca e áreas administrativas. A obra, acrescentou, deve terminar em princípios de 2016.

Prioridade nas obras

A prioridade foi para 29 projectos, que correspondem a 41 por cento dos projectos inscritos e aprovados na carteira nacional para a província. />No sector da Educação está neste momento em curso a construção e apetrechamento de uma escola de 12 salas no Dondo, a construção e apetrechamento de duas escolas com 30 e 22 salas de aulas em Ndalatando. Está também em curso a reabilitação das piscinas do Centro Turístico Miradouro, a construção dos hospitais municipais de Lucala, Banga e Samba Caju. Estão igualmente a ser reabilitados os hospitais de Cambambe e Dondo e a casa da cultura do Golungo Alto.
Foi ainda construída e apetrechada uma escola com 18 salas em Camabatela e estão em vias de conclusão os trabalhos de reabilitação das escolas primárias do bairro Kipata, Escola número 20 e um centro infantil em Ndalatando. Gonçalo Ribeiro revelou que o sector da Habitação e Ordenamento do Território tem em carteira a construção de 50 casas, no bairro Camundai, construção de dez residências protocolares no Quiangombe (Lucala), além do Programa de Construção de 200 Fogos Habitacionais, em curso em todos os municípios.
 Está ainda prevista a construção de casas para quadros, em Camabatela, Lucala e Ndalatando. Está a ser recuperado o Horto Botânico do Quilombo (Cazengo), requalificação das localidades ao longo da estrada nacional e dos bairros periféricos de Ndalatando.
O governo tem ainda em carteira a construção de 20 casas protocolares nos municípios da Banga, Ngonguembo e Bolongongo. Está em estudo o projecto de melhoramento dos bairros Vieta, Camundai e zona do Sassa.

Tempo

Multimédia