Províncias

Prossegue em todo o país o Fórum de Auscultação

Dificuldade de escoamento dos produtos agrícolas pela degradação da maioria das estradas do interior do Cuanza Norte, falta de escolas, professores, energia eléctrica e água potável foram preocupações apresentados no  município da Banga  na reunião de auscultação das mulheres rurais.

Mulheres rurais solicitaram apoio em instrumentos e sementes para a produção agrícola
Fotografia: Daniel Benjamim

As participantes também lamentaram a falta de apoios em instrumentos agrícolas e sementes e de agências bancárias.
O município da Banga, com 1.259 quilómetros quadrados, tem cerca de 12 mil habitantes.
No encontro provincial da mulher rural do Bié, realizado no Cuito, foi salientada a importância de serem distribuídos mais equipamentos de trabalho aos camponeses e do registo de nascimento nas Maternidade. As participantes também pediram o alargamento o II ciclo do ensino secundário às comunas, a instalação de lares de acolhimento para crianças abandonadas, ambulância, reforço dos efectivos da Polícia Nacional e maior atenção às viúvas idosas e órfãos, mais rapidez na atribuição dos subsídios por falecimento de antigos combatentes e funcionários públicos e locais fixos para a venda dos seus produtos.
No encontro, em que participaram 386 de todos os municípios, estiveram presentes, entre outras individualidades, deputados à Assembleia Nacional, o governador provincial, Boavida Neto, a secretária de Estado para a Família e Promoção da Mulher, Ana Sacramento, e o coordenador do grupo de acompanhamento para o Fórum da Mulher Rural na província do Bié, João Baptista Kussumua.

Tempo

Multimédia