Províncias

Província com potencial agrícola

A província do Kwanza-Norte tem uma área de 24.110 km² e a sua população aproximada é de 654.000 habitantes. A sua capital é N'dalatando. É constituída pelos municípios de Ambaca, Banga, Bolongongo, Cambambe, Cazengo, Golungo Alto, Gonguembo, Lucala, Quiculungo e Samba Caju.

A mandioca faz parte da vasta cultura agrícola da província do Kwanza-Norte
Fotografia: Dombele bernardo

A província do Kwanza-Norte tem uma área de 24.110 km² e a sua população aproximada é de 654.000 habitantes. A sua capital é N'dalatando. É constituída pelos municípios de Ambaca, Banga, Bolongongo, Cambambe, Cazengo, Golungo Alto, Gonguembo, Lucala, Quiculungo e Samba Caju.
O Kwanza-Norte possui produção de abacateiro, palmeira (dendém), algodão, sisal, café robusta, banana, ananás, milho, rícino, citrinos, ervilha, cola, feijão cutelinho, feijão macunde, goaibeira, mamoeiro, mandioca e massambala. Na produção animal, caracteriza-se pela pecuária. A província também possui a extracção dos seguintes minérios: quartzo, ferro, diamantes, manganês e cobre.
A sua indústria caracteriza-se principalmente pela produção de têxteis, alimentos, bebidas e tabaco. Na cidade do Dondo, no município de Cambambe, situa-se a fábrica da EKA, uma das cervejas mais apreciadas do país.
Essencialmente agrícola, a província, como o resto do país, sofreu os efeitos da guerra, o que a tornou deficitária, no plano alimentar e não só.
Actualmente, estão a ser reabilitados os imensos campos agrícolas: produtos como o ananás, a mandioca, as hortícolas, etc. são produzidos já com alguma abundância, o que vai permitir, a curto prazo, minorar as carências alimentares das populações.
O café foi um dos grandes baluartes da produção agrícola do Kwanza-Norte. A província é servida por muitas estradas nacionais que a ligam à capital do país, Luanda.
A agriculutra local é subdividida em três zonas, a primeira é denominada planáltica, na qual se faz a produção das culturas de cereais e café e, também, é apta para a pecuária.
Esta zona é formada pelos municípios de Ambaca, Samba Cajú e Lucala.A segunda zona é montanhosa, dedicando-se a cultura de café, palmar e fruteiras.
São realizadas culturas de subsistência nos municípios de Bolongongo, Quiculungo, Banga, Cazengo, Golungo Alto e Ngonguembo.
Por fim, a terceira zona está localizada numa área de convergência entre os rios Kwanza e Lucala. Faz parte desta zona o município de Cambambe. Esta zona dedica-se a fruticultura, palmar e hortícolas.
A província situa-se no norte de Angola e a sua altura varia de 500m a 1500m em relação ao nível do mar, o clima é temperado húmido, com uma temperatura média de 22 até 24°C. A capital, N'dalatando, dista de Luanda 248km e 175km de Malanje. O Kwanza-Norte é banhado, entre outros, pelo rio Kwanza, que é o maior rio totalmente angolano.

Tempo

Multimédia