Províncias

Recém-nascido foi abandonado

Marcelo Manuel| Ndalatando

Um recém-nascido do sexo masculino, com apenas algumas horas de vida, foi abandonado na via pública, ontem, no bairro Sambizanga, arredores da cidade de Ndalatando, disse o director provincial do Instituto Nacional da Criança, José Maria Pereira.

Os gritos do bebé,  todo molhado com o chuvisco que caía na altura, despertaram a atenção dos transeuntes, que solicitaram a intervenção da Polícia Nacional, que posteriormente encaminhou a criança para os serviços de neonatologia da maternidade provincial.
O director da maternidade, A­rão da Silva, considerou o estado de saúde do menino estável, tendo avançado que o mesmo nasceu com cerca de 1.900 gramas, um peso considerado baixo.
Arão da Silva suspeita que o pouco peso apresentado pelo bebé pode ser resultado do consumo excessivo de álcool ou falta de frequência nas consultas pré-natais por parte da mãe.
A Direcção Provincial de Assistência e Reinserção Social já encaminhou o seu apoio ao recém-nascido, com produtos de primeira necessidade, como leite, biberões, roupas, fraldas, lençóis e cobertores.
A directora da instituição, Lídia Martins, admitiu a possibilidade de adopção do bebé, pois seis casais mostraram já interesse.

Tempo

Multimédia