Províncias

Rede de energia eléctrica chega à vila de Quiculungo

André Brandão| Samba -Caju

A vila do Quiculungo, 140 quilómetros a norte de Ndalatando, na província do Cuanza Norte, vai beneficiar, pela primeira vez na sua história, a partir dos finais de Abril do corrente ano, de energia eléctrica, proveniente da barragem de Capanda, informou ontem o administrador municipal.

Vista parcial da vila de Quiculungo
Fotografia: Nilo Mateus| Cuanza Norte| Edições Novembro

Luís Lemba, que falava no termo da visita do governador provincial do Cuanza Norte,  José Maria Ferraz dos Santos, a alguns empreendimentos sociais nos municípios de Samba Cajuú e Quiculunngo, disse que o itinerário do projecto de electrificação de Quiculungo passa pelas subestações de Lucala e Pamba de Sonhe, tendo referido que  os postos estruturados em betão já estão a um quilómetro da sede municipal.
O governador provincial do Cuanza Norte, ao usar da palavra, disse que  o programa do Governo inerente à  expansão do fornecimento de energia eléctrica contempla, numa primeira fase, o município de Quiculungo, seguindo-se Bolongongo, Golungo-Alto, Banga, comuna de Cambondo, terminando em Quilombo Quiaputo, Ngonguembo.
José Maria Ferraz dos Santos orientou à Direcção Provincial da Energia e Águas e à empresa encarregue pela construção da linha de transporte de energia eléctrica a aproveitarem a ramificação do projecto para fornecer energia às comunidades de  Cachari, Dala Muhembe e Kiela (Samba Caju), situadas na mesma rota. Após auscultar as preocupações dos sobas e da população do Samba Caju, José Maria Ferraz dos Santos referiu que muitas questões  vão merecer soluções urgentes por parte do Governo, pois, acrescentou, recebeu garantias da Administração Municipal de Samba Caju de que estão dentro do seu programa.
O governador provincial  louvou a iniciativa da empresa construtora e da Administração do município  por terem instalado na subestação de Pamba de Sonhe equipamentos considerados de última geração, com possibilidade de manuseio através de um sistema digital e de uma tela que permite manobras operacionais à distância.A subestação de Pamba de Sonhe faz parte de um grupo da Direcção Regional Norte, composta por Uíge, Maquela de Zombo e Zaire, numa linha de transporte de 120 CAV, que parte do município de Lucala, no Cuanza Norte, até â província do Uíge.

Tempo

Multimédia