Províncias

Registos de nascimento aumentam na província

Kátia Ramos| Ndalatando

Um total de 7.301 assentos de nascimento foram registados em todas as maternidades da província do Kwanza-Norte, desde Janeiro, revelou ontem ao Jornal de Angola o conservador local, Pedro Manuel Mulanda.

Milhares de assentos de nascimento foram registados no Kwanza-Norte desde Janeiro
Fotografia: Jornal de Angola

Um total de 7.301 assentos de nascimento foram registados em todas as maternidades da província do Kwanza-Norte, desde Janeiro, revelou ontem ao Jornal de Angola o conservador local, Pedro Manuel Mulanda.
Pedro Mulanda disse que, com 4.028, o município do Cazengo foi o que maior número de assentos de nascimento registou, seguido de Cambambe, com 396, enquanto no Ngonguembo a cifra foi 200.
Na Banga foram feitos 196 assentos, no Bolongongo 126, em Ambaca 977, Samba-Cajú 633, Lucala 605, Golungo-Alto 88 e Quiculungo 55. Pedro Mulanda acrescentou que destes números constam ainda 1.922 certidões diversas, 1.508 de cópia integral, 563 de reconstituição de assento de nascimento, 180 declarações tardias de nascimento e 359 transcrições de assento de nascimento.O conservador frisou que, durante o período em referência, não se registou nenhum processo de casamento na província, o que, sublinhou, “preocupa-nos, pois temos estado a sensibilizar os cidadãos a registarem o casamento na conservatória, porque este é que tem validade perante a Lei. Não basta o casamento da Igreja”, acrescentou.

Tempo

Multimédia