Províncias

Reinserção assiste muitos desmobilizados

Manuel Fontoura | Ndalatando

Um total de 178 ex-militares das extintas FAPLA, dos municípios de Cazengo, Ambaca, Cambambe, Ngonguembo, Lucala, Samba-Cajú, Kikulungo, Bolongongo e Golungo-Alto, foram reintegrados na vida laboral, na província do Kwanza-Norte.

Um total de 178 ex-militares das extintas FAPLA, dos municípios de Cazengo, Ambaca, Cambambe, Ngonguembo, Lucala, Samba-Cajú, Kikulungo, Bolongongo e Golungo-Alto, foram reintegrados na vida laboral, na província do Kwanza-Norte.
O director provincial da Assistência e Reinserção Social, Lídia Martins, disse que os cinco projectos, avaliados em 328 mil dólares, abrangem os sectores da Agricultura, Transporte Fluvial e Pesca Continental. Contam ainda entre os projectos para os ex-militares, cursos de Corte e Exploração de Madeira, Barbearia, Estudos Fotográficos, Postos de venda de Medicamentos, Comércio e Fábrica de Blocos.
De acordo com a directora provincial da Assistência e Reinserção Social, deram já entrada na direcção-geral do Instituto de Reinserção Social dos Ex-militares (IRSEM), oito novos projectos, no valor de 497 mil dólares, para atender 269 beneficiários.
Lídia Martins referiu ainda que cerca de 25.120 pessoas continuam a ser apoiadas com bens diversos pela direcção provincial da Assistência e Reinserção Social. Entre estas, 2.107 são portadores de deficiência, 9.374 idosos e 6.223 crianças órfãos. O MINARS apoia ainda 820 crianças nas instituições (creches, centros infantis e escolas comunitárias), 924 pessoas desamparadas.

Tempo

Multimédia