Províncias

Saneamento e ambiente abordados em seminário

Kátia Ramos | Ndalatando

Vários agentes de organizações sociais de quatro municípios da província do Kwanza-Norte receberam, em Ndalatando, instruções sobre as diferentes modalidades de preservação do saneamento básico e em matéria de boa governação, numa realização da ONG Médicos Del Mundo.

Fotografia: JAIMAGEM


O assistente de mobilização comunitária e incidência da ONG, Pedro Mucano, informou que a formação visou o aperfeiçoamento dos conhecimentos dos agentes sociais e públicos, sobre o saneamento básico e a gestão de assuntos de interesse da sociedade civil.
O seminário teve também como objectivo a troca de experiências entre agentes públicos e sociais dos municípios de Ambaca, Samba Cajú, Cazengo e Lucala, onde a ONG intervém.

Mortalidade infantil


Além disso, procurou instruir os formandos sobre os mecanismos e formalidades da assistência e dos cuidados de casos relacionados com a maternidade e a infância. Para o formador, a melhoria da participação da população nos assuntos pode contribuir para o fortalecimento das instituições, sobretudo os ligados à saúde, tendo em vista a redução da mortalidade materna e infantil.
“Deve haver a preocupação da sociedade em conhecer os aspectos fundamentais da legislação angolana, sobretudo a Constituição, com vista a estimular a sua participação em tarefas de gestão dos assuntos de âmbito social e da administração local, concorrendo para a boa governação e a resolução dos problemas fundamentais das comunidades”, disse o formador Pedro Mucano.
Participaram do encontro agentes das instituições públicas, autoridades eclesiásticas e tradicionais, Organizações Não-Governamentais e membros do projecto Médicos Del Mundo.
Na província do Kwanza-Norte, refira-se, estão em curso várias   acções que visam a preservação do meio ambiente.

Tempo

Multimédia