Províncias

Schistossomíase está a ser combatida

Paulo Mateus | Lucala

Um milhão e 200 mil kwanzas é o montante disponibilizado ao sector da Saúde, no município do Lucala, província do Kwanza-Norte, para a realização de campanhas de sensibilização e tratamento massivo da “schistossomíase”.

Decorrem campanhas de sensibilização
Fotografia: Kindala Manuel

Um milhão e 200 mil kwanzas é o montante disponibilizado ao sector da Saúde, no município do Lucala, província do Kwanza-Norte, para a realização de campanhas de sensibilização e tratamento massivo da “schistossomíase”.
As autoridades sanitárias do município levam a cabo, de quarta-feira última ao próximo dia 1 de Setembro, uma campanha de sensibilização e tratamento massivo de doenças tropicais negligenciadas nas comunidades, através da distribuição de mais de 90 mil comprimidos de Albendazol e Praziquantel à população, com vista a redução da taxa da doença.
O responsável das grandes endemias do Lucala, Bosco Afonso, disse que a iniciativa visa combater os casos de schistossomíase (infecção urinária caracterizada pela ocorrência de sangue na urina, resultante do uso de água não tratada), actualmente muito frequente no seio da população nas diferentes comunidades da municipalidade.
Para o sucesso da campanha garantiu haver comprimidos de Praziquantel e de Albendazol, bem como a participação de 10 técnicos especializados para o efeito. Referiu que a doença atacou cerca de 40 por cento da população local.
O responsável alertou a população sobre os riscos da doença na vida do homem, tendo recomendado os cuidados a ter com as águas dos rios e lagoas onde se localizam os micróbios da doença.
Disse ainda que durante o primeiro semestre deste ano mais de 300 pessoas foram diagnosticadas com a doença, o que forçou a direcção da Saúde a solicitar apoio financeiro a algumas empresas que operam na região para a implementação do projecto.
A empresa “GDK Angola”, que opera no domínio da construção civil, foi a primeira e única a solidarizar-se financeiramente com o programa, pelo que incentivou as autoridades a trabalhar com mais afinco junto das populações.
Bosco Afonso disse que a campanha será extensiva a todas as localidades do município, tendo garantido haver condições suficientes no que toca a alimentação e transporte para os técnicos.

Tempo

Multimédia