Províncias

Sector da Saúde regista avanços

 No Kwanza-Norte foram construídos, nos últimos oito anos, no quadro do Programa de Investimentos Públicos do Governo Provincial, 48 unidades sanitárias, o que provocou o aumento da capacidade de internamento de 420 para 1.050 doentes.

O governador da província, Henrique Júnior, lembrou que o Kwanza-Norte tinha 77 unidades sanitárias até 2005 e agora, 125 e que está a ser ampliado e modernizado o hospital provincial que passa a ter 250 camas em vez de 140, a­lém de mais especialidades médicas, entre as quais a unidade de tratamento de queimados.
Henrique Júnior recordou também que em 2005 a província tinha três hospitais municipais e agora oito.
Quanto a centros de saúde passaram de 11 para 21 e os postos médicos, 62 para 94 construídos em várias comunas e aldeias. />Nos últimos oito anos foram construídas duas maternidades, bem como o primeiro hospital materno-infantil da província, com 120 camas.
A nível de recursos humanos também se registou um aumento e de 28 médicos em 2005 passou-se para 172 profissionais.
 O número de técnicos superiores de saúde aumentou de 16 para 47 e os enfermeiros passaram de 250 para 857.
O governador provincial do Kwanza-Norte garantiu que esforços vão continuar a ser envidados no sentido de aumentar e melhorar os serviços sanitárias à nivel dos muncípios.

Tempo

Multimédia